Esculturas, as preferidas dos bandidos

Ladrões de arte preferem escultura sobre pinturas e outras revelações do banco de dados de roubo de arte da Interpol.

Os paises com maior quantidade de roubos e os indices de recuperação.

 

 

 

A cada ano, os roubos de arte representam cerca de quatro a seis bilhões de dólares em perdas em todo o mundo. Devido à magnitude do problema, Interpol, coleta continuamente dados sobre os muitos roubos e recuperações de arte. Com 192 países membros, a organização policial internacional cataloga perto de 50.000 obras de arte roubadas.

Os estilos e as epocas mais procuradas.

 

 

A maioria das peças são roubadas de casas particulares. O volume das esculturas incomoda seu traslado porém são as peças mais procuradas.

 

 

O destino favorito das peças saqueadas é a cidade de Paris, conseqüentemente a maior quantidade de apreensões é feita naquela cidade.

 

Fonte: INTERPOL Foto portada: http://dlreporter.com

 

No Comments

Post A Comment

três × 4 =